Como produzir materiais de estudo?

Como produzir materiais de estudo?

  • Teachmint
    Teachmint

Milhares de livros didáticos, diversas anotações, pilhas e pilhas de exercícios e muito mais. A vida de professores e estudantes seria incompleta sem estes itens. Os materiais de estudo assumem uma posição pivot no processo de aprendizagem e de ensino.

Mas o que são os materiais de estudo? Resumindo, são a coleção de materiais como livros didáticos, o programa básico de disciplinas, atividades feitas em sala de aula e etc. que podem ser usados por professores durante o processo pedagógico.

Os materiais de estudo são criados para que os alunos entendam os conceitos estudados de uma melhor maneira. Recentemente, vídeos, áudios, animações e etc. começaram a tornar-se parte integral dos materiais de estudo. A principal razão para isto seria a eficácia destes materiais.

Sem mais delongas, vamos dar uma olhada em dicas que professores devem manter em mente ao produzirem materiais de estudo:

Estrutura

Os materiais de estudo devem servir para ajudar seus estudantes e, portanto, devem conter uma estrutura e organização apropriada. Eles devem ser claros e concisos. Certifique-se de enumerar as páginas dos seus exercícios, criar um índice com os conteúdos abordados para que seus estudantes consigam achá-los facilmente, além de dividir o conteúdo em pequenas partes. Marque os subtópicos e adicione índices para que o conteúdo não se torne caótico. A última coisa que você precisa é de estudantes estressados.

Um material de estudos bem estruturado e organizado irá ajudar seus estudantes a se prepararem para seus exames.

Conteúdo

Embora não seja pecado aprender algum conteúdo extra, garanta que o material de estudos que você está entregando aos alunos contenha os temas abordados em sala de aula virtual. E é claro, o material pode conter mais perguntas e atividades.

Contudo, tente limitar o conteúdo aos conceitos discutidos em sala de aula para que seus alunos não se sintam sobrecarregados. Se você adicionar algum conteúdo extra, certifique-se de adicionar alguma nota contendo explicações para que seus estudantes não fiquem perdidos.

Compreenda os estudantes

Existem diferentes tipos de estudantes. Alguns podem aprender com mais facilidade a estímulos visuais, enquanto outros a estímulos sonoros como músicas e etc. Você deve ter em mente que os materiais de estudo devem se tornar interessantes para cada um dos estudantes. Pode parecer uma tarefa difícil, porém ao adicionar materiais como fluxogramas, vídeos, imagens ou podcasts, os alunos serão efetivamente atendidos.

Linguagem

Não há espaço para erros gramaticais ou ortográficos nos materiais de estudo. Os estudantes dependem dos materiais de estudos oferecidos pelo professor e caso existam falhas ou erros neste material, como esperar um bom desempenho dos alunos?

Materiais de estudo extraídos de outras fontes devem ser revisados antes de serem compartilhados com os estudantes. Garantir que não há erros no material é essencial.

Ilustrações e materiais visuais

É de extrema importância que sejam adicionadas ilustrações e materiais visuais aos materiais de estudo. Isto pode fazer com que os estudantes aprendam com mais facilidade. Fluxogramas, tabelas e slides fazem com que conceitos se tornem mais interessantes e sejam compreendidos com um menor grau de dificuldade. A essência de ensinar é fazer conceitos complexos parecerem simples!

Os materiais de estudo também incluem os percursos de aprendizagem de diferentes fontes, como fontes online e pedir a amigos ou ter a ajuda de uma terceira pessoa. Com a ajuda de úteis e relevantes materiais de estudo, os estudantes irão não apenas alcançar boas notas em seus exames, como também irão melhorar sua performance acadêmica. Estes materiais de estudo são essenciais para a efetivação do aprendizado. Até mesmo as atividades em sala de aula virtual podem ser consideradas materiais de estudo.

A ideia é criar uma melhor experiência de aprendizado e fazer com os estudantes encarem exames e problemas da vida com coragem e determinação. Atingir notas altas não é a única coisa que importa. O esforço que os alunos colocam nas aulas, os valores que eles internalizam, as visões de mundo que são desenvolvidas e etc. são igualmente importantes.